SUBSÍDIOS LIÇÕES BÍBLICAS


Técnico do Ituano glorifica a Deus por título paulista

terça-feira, 15 de abril de 2014

Técnico do Ituano glorifica a Deus por título paulista



O paulista Dorival Ghidoni Jr, o Doriva, 41 anos, foi jogador de São Paulo e Atlético Mineiro no Brasil, foi convocado para a Seleção Brasileira e jogou a Copa de 1998. Na Europa passou por clubes como Porto, Celta de Vigo, Sampdoria, Middlesbrough e Blackpool.
Agora sua carreira como treinador ganha atenção nacional após o Ituano vencer o Santos na final do Campeonato Paulista.
Após a derrota no tempo normal, a partida foi para os pênaltis. Antes das cobranças Doriva orou com a comissão técnica. Durante os chutes da marca penal, era possível ver vários jogadores orando. O goleiro Vágner levantava as mãos para o céu e agradecia quando o Santos perdia pênaltis, um foi na trave e ele defendeu um.
Imediatamente após a última cobrança, o repórter da Globo abriram os microfones para perguntar como o técnico se sentia.
Para surpresa de muitos, Doriva, que é um evangélico comprometido, deu um testemunho de fé, algo bem diferente do que geralmente os seus companheiros fazem.
Ele foi direto “Toda a glória é do Senhor Jesus. É por Ele e para Ele todas as coisas na minha vida. Eu louvo a Ele por que Ele tem honrado o trabalho das minhas mãos. Ele está acima de tudo. É honra de Deus sobre a Terra. Quem der crédito a Palavra de Deus recebe bênçãos sobre a Terra. Eu louvo a Deus por isso”.
Assista:
FONTE:  GOSPEL PRIME

Eleição da Confradesp - Pr José Wellington é Reeleito como Presidente

domingo, 13 de outubro de 2013

Os pastores filiados a Convenção Fraternal das Assembleias de Deus no Estado de São Paulo (CONFRADESP) votaram nesta terça-feira (8) na 40ª Assembleia Geral Ordinária e reelegeram o pastor José Wellington Bezerra da Costa como presidente da convenção.
No mesmo dia os milhares de pastores do ministério Belém votaram nos outros cargos da diretoria e ficou decido que  pastor José Wellington Costa Junior será o 1º vice-presidente, o pastor José Prado Veiga será o 2º vice-presidente, o pastor Antônio Munhóz como 3º vice-presidente.

As eleições também foram feitas para escolherem os pastores que cuidarão da secretaria e o resultado foi: pastor Paulo Roberto Freire da Costa será o 1º secretário, o pastor Alberto Resende de Oliveira o 2º secretário e  o pastor Sisaque da Silva Valadares como 3º secretário.
Os integrantes da CONFRADESP escolheram ainda os cargos de 1º e 2º tesoureiro que serão os pastores Emanuel Barbosa Martins, pastor Lélis Washington Marinhos foi eleito 2º. Por último ficou definido os Conselho Fiscal a ser composto pelos pastores Domingos Ferreira; Elias Evangelista; Jayme Sacramento; Nilton Carvalho e A. A. Américo.
A AGO aconteceu na sede da Assembleia de Deus Ministério Belém que está localizada no Belenzinho, em São Paulo, onde mais de três mil homens participaram da reunião. Os eleitos ocuparão seus cargos pelo período de 4 anos.
Fonte : Gospel Prime

Confissão de Pecados - ASPECTO CRISTÃO TV - Programa 144

quarta-feira, 4 de setembro de 2013

Confissão de Pecados - ASPECTO CRISTÃO TV 

Pr. Carlos Roberto - ASPECTO CRISTÃO TV - Programa 144

PARA UMA BOA AUDIÇÃO DESLIGUE O SOM DA RHEMA ON LINE



Presidente da Guatemala declara o Jesus Cristo como o Senhor da nação

sábado, 24 de agosto de 2013


O presidente da Guatemala, Otto Pérez Molina, disse, nesta quinta feira  durante a primeira 'National Prayer Breakfast', que Jesus Cristo era o Senhor da nação. 
"Hoje, o nome Cristo como Senhor da Guatemala é declarado em nome de cada uma de nossas gerações que vivem numa 'Guatemala Próspera'", disse o presidente.
Pérez Molina também refletiu sobre a dependência de Deus. "Pela manhã, é difícil olhar no primeiro relatório a quantidade de guatemaltecos mortos no dia anterior por causa da violência. Nesse momento, Cristo me dá forças, pois tudo posso Naquele que me fortalece", disse.
O evento também contou com a presença do presidente do Congresso Nacional da República, Pedro Muadi, e do presidente do Tribunal Constitucional, Hector Perez Aguilera.
"Estar na presidência é uma bênção que Deus me deu e eu não posso perder essa bênção, porque Deus quer que eu esteja lá", disse o presidente.
A cerimônia realizada no Hotel Vista Real teve a presença dos congressistas americanos Robert Aderholt e Randy Hultgren, do Partido Republicano.
Aderholt, congressista do estado de Alabama, lembrou que eles começaram a 'National Prayer Breakfast' na América em 1953. Naquela ocasião, assumiu o então presidente Dwight Eisenhower.
"Guatemala será luz para as nações. Identificamos elos entre raças e culturas. Queríamos unir líderes desde que começamos com a 'Guatemala Próspera', há 10 anos. Estamos sonhando com a transformação social, vemos uma geração de mudança", disse Carlos Sandoval, vice da 'Guatemala Próspera', entidade que organizou a 'National Prayer Breakfast'.


Fonte: CPAD NEWS

DEIXOU TODA SUA GLÓRIA, PARA PERDOAR UM MUNDO PECADOR




De sorte que haja em vós o mesmo sentimento que houve também em Cristo Jesus,   Que, sendo em forma de Deus, não teve por usurpação ser igual a Deus,   Mas esvaziou-se a si mesmo, tomando a forma de servo, fazendo-se semelhante aos homens;   E, achado na forma de homem, humilhou-se a si mesmo, sendo obediente até à morte, e morte de cruz.   Por isso, também Deus o exaltou soberanamente, e lhe deu um nome que é sobre todo o nome; Para que ao nome de Jesus se dobre todo o joelho dos que estão nos céus, e na terra, e debaixo da terra,   E toda a língua confesse que Jesus Cristo é o SENHOR, para glória de Deus Pai.

Filipenses 2.5-11;


Ele sacrificou sua vida para salvar a humanidade mergulhada no pecado, foi por amor a você, foi por você.
Se volte para ele hoje, não perca tempo.

Porque a graça de Deus se há manifestado, trazendo salvação a todos os homens,
Tito 2.11;

E disse-lhes Pedro: Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome de Jesus Cristo, para perdão dos pecados; e recebereis o dom do Espírito Santo;
Atos 2.38;

Porquanto tem determinado um dia em que com justiça há de julgar o mundo, por meio do homem que destinou; e disso deu certeza a todos, ressuscitando-o dentre os mortos.
Atos 17. 31;





BAIRROS RECEBEM VIA AÉREA BANHO DE UNÇÃO

sexta-feira, 23 de agosto de 2013


A pedido da Polícia Nacional, pastores e sacerdotes de diferentes denominações lançaram, de helicóptero, a unção de óleos sobre bairros do lado oeste da capital que apresentam elevados casos de delitos. 
San Carlos, Chame, Caipira e La Chorrera são os distritos mais problemáticos da capital, com altos índices de violência doméstica, crimes e brigas de gangues. Pastores e padres uniram-se nessa ação de apelo por maior espiritualidade das pessoas que ali residem. 
O presidente da Aliança Evangélica de Chorrera, Napoleão Velásquez, disse que a Polícia Nacional entende que a luta contra os problemas criminais que a sociedade panamenha vem sofrendo não podem ser combatidos sem a companhia de Deus. 
Além do uso do helicóptero, que espalhou óleos abençoados sobre os bairros, a mesma ação ocorreu, simultaneamente, por mar e terra, para alcançar maior efetividade. Foi, segundo os organizadores, um chamado à sociedade para que ela se "imunize" contra a ausência de paz no país.


Fonte Site NOTÍCIAS CRISTÃS 


Não que eu aprove tal prática, também não condeno a fé dos líderes que tomaram essa atitude, mas o que vemos aqui é a mais pura realidade só há uma forma de vencermos as forças do  mal. É usando as armas espirituais, que segundo a bíblia são poderosas em Deus. E como Paulo escreveu aos crentes de Éfeso no capítulo 2 versículos 1 a 3, que forças malignas operam e induzem os filhos da desobediência. Se quisermos ter uma cidade, estado ou país abençoado precisamos crer e obedecer as leis do Senhor Jesus.

Que Deus nos abençoe e nos guarde.

DIAS DIFÍCEIS, TEMPOS TRABALHOSOS

terça-feira, 20 de agosto de 2013


PREPARANDO-SE PARA OS DIAS DIFÍCEIS

Sabe, porém, isto: que nos últimos dias sobrevirão tempos trabalhosos; 2 Tm 3.1;

A referência de Paulo aos últimos dias revela seu senso de urgência. Os últimos dias começaram após a ressurreição de Cristo, quando o Espírito Santo veio sobre os crentes no Pentecostes. Os últimos dias durarão até a segunda vinda de Jesus. Isto significa que nós estamos vivendo nos últimos dias, João já nos alertava sobre isso 1Jo 2.18, quando fez referência sobre a última hora.
Nestes últimos dias, a Igreja tem de mostrar sempre vigilante e alirceçada na Bíblia Sagrada para combater, eficazmente, as forças do mal que se levantam contra o evangelho de Cristo.  Essa palavra serviu de alerta para Timóteo e os irmãos da Igreja Primitiva, quanto para todos os crentes em todos os tempos. Logo, é um aviso para nós também, o qual não pode ser negligenciado nem desprezado.
Com base no texto bíblico quero compartilhar com os leitores alguns pontos de atenção, pois nos dias atuais estamos vendo muitas coisas sendo proliferadas e com isso tem afetado o crescimento sadio da Igreja.

1 – A Apostasia   



Paulo alertou a igreja sobre isso conforme texto bíblico de 1Tm 4.1 Mas o Espírito expressamente diz que nos últimos tempos apostatarão alguns da fé, dando ouvidos a espíritos enganadores, e a doutrinas de demônios;
Apostasia em termos etimológicos quer dizer: desvio,afastamento, abandono;
Biblicamente ela constitui-se no abandono premeditado e consciente da fé cristã; é uma marca dos últimos tempos. Existem dois tipos de apostasia: apostasia teológica e apostasia moral. Na primeira há desvios doutrinários e na segunda comportamentos contrários a santidade exigida pelo nosso Deus conforme  (Hb 12.14).
Quem já não  se deparou com falsos mestres ensinando doutrinas contraditarias ao que vemos e aprendemos na Bíblia, alguns ensinam que anjos devem se adorados, que o Senhor Jesus não concluiu sua obra, entre outras heresias que temos visto ser divulgadas por ai. Nós que somos a igreja de Cristo que fomos chamados para viver e santidade não podemos ficar somente de longe observando essas coisas serem semeadas até mesmo no meio da igreja, por isso Paulo escreveu Timóteo alertando-o, para que ele estivesse preparado pra no momento oportuno  combater os apóstatas. Estejamos atentos para não sermos  confundidos pelos tais e preparemo-nos para combater pelo amor ao evangelho de Cristo.

2 – A Destruição da Família  

Sabemos que a família foi instituída por Deus, e ela é base da sociedade afetando a família o inimigo sabe que comprometerá a sociedade. Ele sempre tentou destruir a família. A Igreja possui armas poderosas para combater os ataques do maligno, a oração, o jejum, a palavra de Deus, e o Espírito Santo o nosso Consolador, essas são  armas poderosas que devemos utilizar para lutar contra o mal em sua ação contra a família. Porque as armas da nossa milícia não são carnais, mas sim poderosas em Deus para destruição das fortalezas; Destruindo os conselhos, e toda a altivez que se levanta contra o conhecimento de Deus, e levando cativo todo o entendimento à obediência de Cristo; (2 Co 10.4-5).
Com base no texto de Gênesis 2.24 e 4.1, entendemos que Deus determinou regras para o bom desenvolvimento da família. Mas o que vem acontecendo é completamente diferente do que aprendemos na Bíblia Sagrada, Deus disse que o homem deixaria seus país para unir-se a sua mulher e ambos seriam uma só carne, o pecado tem levado a humanidade à poligamia, à fornicação e ao adultério, desviando-se do padrão conjugal estabelecido por Deus. O casamento bíblico é a união de um homem com uma mulher até que a morte os separe. Fujir deste padrão é abominação ao Senhor (Lv 18.22; Rm 1.27). Existe uma inversão de valores que procura destruir a família através de novelas iníquas, escritas e produzidas por pessoas distanciadas dos legítimos valores cristãos. Portanto é preciso tomar atitude assim como Josué conforme o texto bíblico:  Porém, se vos parece mal aos vossos olhos servir ao Senhor, escolhei hoje a quem sirvais; se aos deuses a quem serviram vossos pais, que estavam além do rio, ou aos deuses dos amorreus, em cuja terra habitais; porém eu e a minha casa serviremos ao Senhor.( Js 24.15). Grande parte dessas ações malignas tem sucesso porque os responsáveis pelo lar não tomam diante de Deus uma posição firme contra essa inversão de valores. É necessário temer a Deus e andar nos seus caminhos.  Bem-aventurado aquele que teme ao SENHOR e anda nos seus caminhos.Pois comerás do trabalho das tuas mãos; feliz serás, e te irá bem.A tua mulher será como a videira frutífera aos lados da tua casa; os teus filhos como plantas de oliveira à roda da tua mesa. Eis que assim será abençoado o homem que teme ao Senhor.O Senhor te abençoará desde Sião, e tu verás o bem de Jerusalém em todos os dias da tua vida.E verás os filhos de teus filhos, e a paz sobre Israel. Salmo 128.
A casa precisa estar edificada sobre a rocha para não ser abalada e levada pelas tempestades mundanas. (Mt 7.24; Sl 127.1).
Edifique sua casa, lar sobre a rocha verdadeira que é Cristo, e assim terá uma família edificada e abençoada pela Palavra de Deus.
3 – Mornidão Espiritual
Antes de qualquer cometário leiamos o texto de Apocalipse capítulo 3 versículo 15 que diz : Conheço as tuas obras, que nem és frio nem quente; quem dera foras frio ou quente!
O versículo em apreço, é uma referência  sobre a Igreja de Laodicéia, que era muito rica materialmente estava localizada em uma cidade próspera e conhecida devido ao seu sistema bancário e uma escola de medicina. Observamos que o Senhor em sua palavra a qualifica como morna quando diz “não és frio nem quente”. Nos dias atuais também nos deparamos com pessoas e porque não dizer Igrejas que foram tomadas pela mornidão espiritual.  A mornidão é uma das ferramentas de satanás usadas para descaraterizar aquele que teve um real encontro com Cristo, levando o crente à soberba, à iniquidade e à apostasia contra Deus.
A mornidão leva o crente a alguns comportamentos estranhos tais como:
a)    Apego à coisas materiais;
b)    Auto-suficiência;
c)    Falta de comprometimento com Deus e sua obra;
d)    A estagnação;
e)    Perda da humildade;
Se observamos o versículo seguinte do mesmo capítulo do Apocalipse, Deus reprova a mornidão, senão vejamos: Assim, porque és morno, e não és frio nem quente, vomitar-te-ei da minha boca. (Ap 3.16).
É preciso reacender diariamente, a paixão espiritual por Jesus. Necessário é nos enchermos a cada dia mais e mais da presença do grande Deus para vencermos a mornidão e sermos aprovados por Deus. (Ef 6.10; Lv 6.13).

Conclusão
Examine sua vida à luz da Bíblia. Não ceda às pressões da sociedade. Não aceite uma posição de conforto sem compromisso, resista e posicione-se contra o mal, vivendo uma vida de acordo com a vontade de Deus para seu povo.
Que Deus nos abençoe.
Uilson Camilo
Servo de Jesus Cristo.

Fontes Consultadas:

LBM - CPAD
BEAP - CPAD









                       











REFLEXÃO BÍBLICA - VIVER OU SIMPLESMENTE FALAR

terça-feira, 13 de agosto de 2013


Viver Ou Simplesmente Falar?
"Aquele que diz que está nele, também deve andar como ele
andou" (1 João 2:6).


O pai, certo dia, ensinava a seu filho pequeno sobre a forma
de viver de um cristão e quais deveriam ser suas atitudes.
Ao terminar a lição, o pai ouviu do filho uma pergunta a
qual jamais pôde esquecer: "Pai, eu já vi um cristão?"


Será que já passamos pelo mesmo vexame? Já ouvimos, alguma
vez, de um amigo: "Você é um cristão? Estou surpreso...
confesso que não sabia!" E se um amigo se mostra espantado
ao saber que somos cristãos, o que poderíamos dizer do nosso
Deus?


Muitas vezes citamos, com facilidade, tudo o que um filho de
Deus deve fazer. Também não é difícil, para nós, decorar uma
grande quantidade de passagens das Escrituras. Podemos, é
claro, nos vestir com roupas que nos fazem parecer
discípulos do Senhor. Mas, será isso suficiente?


Conheço vários ateus que dominam toda a Bíblia, que citam
versículos sem dificuldades, porém, de que vale tudo isso se
não conhecem o Deus da Bíblia? De que serve conhecer o texto
se não experimentam a bênção de um relacionamento com o
Senhor? Não adianta saber onde fica o caminho se não houver
a iniciativa de andar por ele.


Se eu digo que sou cristão, devo andar como Cristo andou,
devo falar como Ele falou, devo demonstrar amor como Ele
demonstrou, devo procurar viver em santidade como Ele sempre
viveu. Ser cristão não é ir à missa e confessar os pecados
ao padre, nem ir a um culto e cantar os hinos ali entoados,
nem acompanhar uma oração junto ao rádio, bebendo a seguir a
água ali colocada. Ser cristão é abrir o coração para Jesus,
é ser sal em uma terra sem sabor, é ser luz em um mundo
tomado por densas trevas. Ser cristão é deixar que Cristo
brilhe em todas as nossas atitudes.


Você fala do que deve ser um cristão ou demonstra-o através
de sua vida?

Pr. MARCO FELICIANO FOI HOSTILIZADO E ATACADO POR ATIVISTAS GAY'S EM VÔO

sexta-feira, 9 de agosto de 2013


O deputado federal e pastor Marco Feliciano (PSC-SP) foi hostilizado durante voo da Azul com destino a Guarulhos, São Paulo. Após o avião decolar em Brasília cerca de 10 homossexuais passaram a hostilizar o parlamentar.
Feliciano agradeceu através de sua conta no Twitter o apoio dos passageiros e da comissão de bordo. “Os passageiros me defenderam, o piloto ameaçou retornar pra Brasília. Sofri xingamentos o voo todo. Haviam crianças no voo, famílias”, disse.

CONFIAR NO SENHOR

quinta-feira, 8 de agosto de 2013


Pobre do homem que não tem Deus como seu Senhor. Há um vazio em seu coração que tão somente Ele (Deus) para preencher. E quando o temos, e ainda assim passamos momentos de tristeza, uma angustia que invade a alma, algo inexplicável, parece que quando vai indo bem as ondas se agigantam em nossa frente tentando nos desanimar, nos jogar novamente a beira.
Jesus é quem nos preenche, é Aquele de quem todo o mundo comenta ou até mesmo estuda. Todos tentam explicar como pode existir um homem que sentiu dores, foi traído, perseguido, afligido e ainda assim amou e ama ao ser humano. Ele que em tempos atrás mudou vidas, de excluídos a testemunhas de milagres, e ainda hoje o faz. Creio sim nesse homem que morreu e ressuscitou, e ainda que esteja fraca, sinto a mão dele me levantar, sinto a mão dele me curar, como curou aquela pobre mulher que jazia a doze anos com um sangramento que não cessava, mas ela creu e assim aconteceu, tão somente tocar na orla de suas vestes, dizia ela, serei curada, liberta dessa enfermidade que me persegue a anos, e assim aconteceu, de Jesus saiu virtude e aquele fluxo cessou, não mais foi ela atormentada pela enfermidade.
Lembro-me também da história de uma mulher, esta ainda mais antiga que a do fluxo de sangue, chamava-se Ana, que casada não podia dar filhos ao seu marido, e sofria com a esterilidade. Quando angustiada, sentindo uma dor que já não mais aguentava, uma dor que encheu sua alma de tristeza, ela prostrou-se diante do todo-poderoso e clamou a Ele com lágrimas. Votou, e ela veio a conceber não só um mais ainda outros filhos. É esse Deus que sirvo, um Deus que se inclina do seu trono para ajudar aqueles que não mais aguentam as tristezas e angustias que a vida proporciona. Quando adoramos, choramos, clamamos, Ele se compadece de nós, porque tua misericórdia é infinita teu amor é eterno. Deus não precisa do homem para ser Deus, mas o homem precisa de Deus para ser homem. Eu como criação tua Senhor, preciso de ti infinitamente em minha vida

“O Estado é laico, mas o povo não é ateu”, diz Silas Malafaia no Na Moral

sexta-feira, 2 de agosto de 2013

O pastor Silas Malafaia prometeu e o programa “Na Moral”desta quinta-feira (1º) teve um “debate quente”. Apesar de ter sido resumido, de duas horas para 35 minutos, o programa de Pedro Bial, que foi gravado no dia 13 de julho, foi um dos mais comentados nas redes sociais.
O encontro entre o evangélico Silas Malafaia com o babalorixá Ivanir dos Santos, o padre Jorjão e o presidente da maior associação de ateus do Brasil, Daniel Sotto-Mayor, para discutir o tema Estado Laico chegou a estar entre os trends doTwitter com a hastag #NaMoral.

Comidas sacrificadas a ídolos - ASPECTO CRISTÃO TV - Programa 133

segunda-feira, 3 de junho de 2013








ASPECTO CRISTÃO TV - Programa 133

Assembleia de Deus Ministério de Cubatão - SP 
Apresentação Almir Júnior
Palavra de Mulher com Sarah Virgínia
Mensagem - Comidas sacrificadas a ídolos com o Pr. Carlos Roberto Silva
Direção Geral - Pr. Josias de Almeida Silva

O ABECEDÁRIO DE DEUS

RECEBI POR E-MAIL E ACHEI MUITO BOA MENSAGEM, VALE APENA LER.


POR PASTOR WAGNER ANTONIO DE ARAUJO

 O ABECEDÁRIO DE DEUS

Quanta saudade nos traz a lembrança da primeira escola onde fomos alfabetizados! Tempo de descobertas, tempo de surpresas, tempo de desafios! Alguns estudaram na escolinha da roça, onde aprenderam a tabuada e o á-bê-cê. Outros, de origem urbana, recordam-se com doçura do pré-primário. Mas cada um de nós tem uma história para contar sobre aqueles primeiros anos!

O abecedário mais popular em todo o Brasil durante muitos anos foi “Caminho Suave”, ainda publicado e utilizado por alguns professores. Eu, entretanto, aprendi a ler e a escrever com a cartilha “Convite à Leitura”. Mas todas as cartilhas propiciavam ao infante a mesma oportunidade: familiarizá-lo com as letras, as sílabas, os formatos de escrita e de imprensa e, finalmente, com a leitura de todos os textos em português.

Comumente, antes da era da pedagogia construtivista, nossos mestres nos ensinavam a formar sílabas: bê-á-bá; cê-á-cá, de-á-dá, etc. E as primeiras letras que aprendíamos eram A-B-C-D. O nosso alfabeto inicia-se com essas letras. E ABCD é sinônimo de alfabeto.

Hoje, contudo, aprenderemos um outro alfabeto, não mais pelo abecedário dos homens, mas pelo abecedário de Deus. No nosso alfabeto as primeiras letras são ABCD. No divino, as letras principais são OBDC.

Qual o significado de O-BÊ-DÊ-CÊ ? Sem dúvida, trata-se de uma ilustração, que vem em boa hora para ajudar-nos a nos comunicar de forma satisfatória com o nosso Criador.  A linguagem através da qual nos comunicamos com Deus é a linguagem da OBEDIÊNCIA, da submissão, da entrega voluntária da nossa vontade e da aceitação da vontade de Deus para as nossas vidas. Obediência é a linguagem que toca o coração de Deus.

Vejamos então: o que nos lembram cada uma das letras que formam esse acróstico?

1)    O, DE “ORDEM”

Obediência não é uma opção para os Filhos de Deus, tanto quanto obediência não é uma opção para os nossos filhos. Obedecer é uma ORDEM. Trata-se de uma condição indispensável no relacionamento pais-e-filhos, algo obrigatório e indispensável. Certamente pela falta da obediência é que estamos vivendo numa sociedade completamente confusa, violenta, imoral e desumana.

Samuel, quando repreendia Saul por este ter feito sacrifícios sem a presença dele, o que era indispensável para aquele momento, afirmou peremptoriamente:  “Samuel, porém, disse: Tem, porventura, o Senhor tanto prazer em holocaustos e sacrifícios, como em que se obedeça à voz do Senhor? Eis que o obedecer é melhor do que o sacrificar, e o atender, do que a gordura de carneiros” (I Samuel 22.15). Deus considera a obediência à Sua Palavra melhor do que sacrifícios, e atender aos Seus mandamentos melhor do que ofertas. Vejam a importância de se obedecer ao Senhor!

Jesus, o nosso único e Todo-Suficiente Salvador, condicionou o nosso amor a Ele pela obediência que lhe prestássemos, na observância de Seus mandamentos. Disse-nos Ele:  “Vós sois meus amigos, se fizerdes o que eu vos mando.” (João 15.14) E complementou: “Se me amardes, guardareis os meus mandamentos.” (idem, 14.15).

O saudoso Pastor Dr. Rubens Lopes, brilhante príncipe dos púlpitos batistas nas décadas de 40 a 70, pastor da Igreja Batista de Vila Mariana, SP, criou uma frase inesquecível: “Não se pode amar sem obedecer, tanto quanto não se pode obedecer sem amar”. Grande verdade! A verdadeira obediência não se impõe; se conquista ! E, para o relacionamento dos homens com o Criador, a obediência é aspecto indispensável, sem a qual não há comunhão.

2)    B, de “BÊNÇÃO”

Ao cristão cabe a obediência, não como penalidade, mas como privilégio. Foi assim que Jesus Cristo, o Unigênito do Pai, encarou a necessidade exemplar de ser-Lhe submisso: “Disse-lhes Jesus: A minha comida é fazer a vontade daquele que me enviou, e completar a sua obra.” (João 4.34). Obedecer era uma bênção para Jesus, pois lhe satisfazia a alma agradar ao Pai em todos os aspectos e sentidos! “E aquele que me enviou está comigo; não me tem deixado só; porque faço sempre o que é do seu agrado.” (João 8.29)

Quando obedecemos ao Senhor e cumprimos os Seus mandamentos recebemos bênçãos decorrentes de tal obediência, bênçãos condicionadas à nossa submissão. É um erro pensarmos que, junto com a salvação, que nos é garantida pela fé, obteremos também o galardão, que é fruto de nossa obediência e dedicação. Quem é salvo tem prazer em obedecer. Quem está perdido não tem em si o espírito de submissão. Por isso é indispensável que, na avaliação de nossa vida cristã, nos questionemos sobre nossa obediência a Deus.

“E o Senhor te porá por cabeça, e não por cauda; e só estarás por cima, e não por baixo; se obedeceres aos mandamentos do Senhor teu Deus, que eu hoje te ordeno, para os guardar e cumprir. “ (Deuteronômio 28.13) Uma bênção aos hebreus, caso fossem fiéis a Deus, que os criou e constituiu, coisa à qual não se ativeram.  Assim, “E entraram na terra, e a possuíram; mas não obedeceram à tua voz, nem andaram na tua lei; de tudo o que lhes mandaste fazer, eles não fizeram nada; pelo que ordenaste lhes sucedesse todo este mal.” (Jeremias 32.23)

Que bênçãos estariam reservadas para nós, se diligentemente obedecêssemos ao Senhor? Várias, dentre as quais citamos:

A bênção do pão de cada dia: “Meu Deus suprirá todas as vossas necessidades segundo as suas riquezas na glória em Cristo Jesus.” (Filipenses 4.19) “Ora, Deus é poderoso para fazer tudo muito mais abundantemente além daquilo que pedimos ou pensamos, segundo o poder que em nós opera.”(Efésios 3.20)

A bênção da oração respondida: “Muito pode a oração de um justo em seus efeitos” (Tiago 5.16)

A bênção da proteção contra Satanás: “Sujeitai-vos, pois, a Deus; mas resisti ao Diabo, e ele fugirá de vós.” (Tiago 4.7)

A bênção de ganhar almas para Cristo e obter galardões: “O fruto do justo é árvore de vida; e o que ganha almas sábio é.”(Provérbios 11.30); “E, quando se manifestar o sumo Pastor, recebereis a imarcescível coroa da glória.” (I Pedro 5.4)

Se nós gastássemos um pouco do tempo que perdemos em coisas de nenhum valor, numa pesquisa sincera, piedosa e profunda sobre quais são as bênçãos decorrentes da obediência, ficaríamos impressionados com a infinidade de promessas que encontraríamos. Queira o Espírito Santo que as que acabamos de citar despertem o interesse de todos na obediência ao Senhor. É correto esperar pelas bênçãos do Senhor, como fez Moisés, que, “tendo em vista a recompensa”, desprezou sua posição política no Egito, preferindo o vitupério de Cristo! (cf. Hebreus 11.26)

3)    D, de “DECISÃO”

O saudoso Reverendo Josué Alves de Oliveira, pastor da Igreja Congregacional de Santos, SP, em seu opúsculo “A Excelência do Ministério”, explica-nos com maestria a diferença entre ser um escravo de homens e sermos escravos de Deus: “O escravo dos homens não tem vontade própria, nem liberdade de ação. Sua vontade é a do seu senhor, imposta por violência e prepotência. Não é o caso de Paulo e dos ministros em geral, que servem por amor e plena submissão ao Senhor Jesus. São escravos voluntários porque ouvem o chamado e, em prova de gratidão pela maravilha da salvação, querem servir. É uma decisão voluntária e pessoal. “ ( pág. 78, capítulo III). Conquanto o Rev. Josué estivesse expondo a questão quanto aos ministros do Senhor, a explicação é válida para todo e qualquer servo de Deus, que se dispõe voluntariamente a obedecê-lo: tem que ser uma decisão pessoal, e, se imposta, que o seja pela consciência, e nunca pela força.

Disse Josué ao rebelde povo hebreu: “Mas, se vos parece mal o servirdes ao Senhor, escolhei hoje a quem haveis de servir; se aos deuses a quem serviram vossos pais, que estavam além do Rio, ou aos deuses dos amorreus, em cuja terra habitais. Porém eu e a minha casa serviremos ao Senhor.” (Josué 24.15). A própria nomeação de Israel como “povo de Deus”, “nação sacerdotal” não foi um ato de imposição divina, mas baseado em um compromisso do povo para com o Senhor:“Também tomou o livro do pacto e o leu perante o povo; e o povo disse: Tudo o que o Senhor tem falado faremos, e obedeceremos.” (Êxodo 24.7). Logo, se foram vítima dos caldeus e de tantos outros, houve uma origem  de quebra do compromisso voluntário que fizeram.

Ser de Cristo é um ato miraculoso, que acontece no cerne da alma humana. O Espírito Santo trabalha em nossos corações, enquanto ainda somos perdidos e pecadores, e convence-nos do pecado da justiça e do juízo. A seguir, de uma forma ou de outra, somos levados à conversão, seja através de um apelo evangelístico, seja por um estudo  bíblico, um programa televisivo ou a leitura de um folheto. Então, naquele dia, decidimos seguir ao Senhor. Somos admitidos como filhos amados, como soldados do Reino, como cidadãos dos céus. Assim como recebemos a Cristo como Salvador, também o admitimos como único senhor. E senhor significa dono, proprietário, autoridade. Nós voluntariamente decidimos obedecer-lhe.  Trata-se de algo voluntariamente aceito, e que deve ser assumido ao longo da vida.

Ao ter Jesus nós decidimos obedecer ao Senhor: “Se alguém me quiser servir, siga-me; e onde eu estiver, ali estará também o meu servo; se alguém me servir, o Pai o honrará.” (João 12.26). Nunca Jesus obrigou quem quer que fosse a seguí-Lo. Suas expressões são sempre persuasivas, nunca intimidatórias:  “Então disse Jesus aos seus discípulos: Se alguém quer vir após mim, negue-se a si mesmo, tome a sua cruz, e siga-me;” (Mateus 16.24); “...se é que queres entrar na vida, guarda os mandamentos.” (Mateus 19.17b); “Perguntou ao cego: Que queres que te faça? Respondeu-lhe o cego: Mestre, que eu veja.” (Marcos 10.51); “Vinde a mim” (Mt 11.28a); etc. Se aceitarmos o seu convite, teremos vida; do contrário, arcaremos com as conseqüências: “Quem crê no Filho tem a vida eterna; o que, porém, desobedece ao Filho não verá a vida, mas sobre ele permanece a ira de Deus.”(João 3.36)

Quando eu me converti ao Senhor sabia que estaria mudando de vida, ainda que não soubesse como faria. Deus a mudou por mim. Assim acontece com quem ama ao Senhor: é transformado pelo Seu poder. Mas tudo vem de um compromisso que com Ele assumimos, qual seja, o de obedecer-lhe: “O céu e a terra tomo hoje por testemunhas contra ti de que te pus diante de ti a vida e a morte, a bênção e a maldição; escolhe, pois, a vida, para que vivas, tu e a tua descendência.” (Deuteronômio 30.19)

4)    C, de “COMPROMISSO”

Em nosso acróstico do abecedário divino, “c” é a última letra. Ela nos alude ao compromisso que temos com o Senhor, algo que nos faz perseverar até a morte, até o fim. O que mais vemos nos dias atuais são pessoas que traem a confiança de outrem, seja de um cônjuge, seja de um governador, seja de um povo. As pessoas estão se tornando volúveis, ou, como querem os entendidos das bolsas de valores, “voláteis”. Ninguém pode confiar mais em ninguém, pois, se confiar, estará sujeito a tristes decepções ao longo da vida. Certamente que a confiança excessiva é pecado diante de Deus, que amaldiçoou homens que confiavam em homens (cf. Jeremias 17.5). Contudo, Jesus Cristo ensinou-nos a lealdade, ao afirmar que o nosso falar deveria ser “sim, sim; não, não”, e o que disso passasse seria considerado de procedência maligna (cf Mt 5.37). Hoje, porém, as pessoas têm considerado algo normal um “amadurecimento de opinião, mudança de sentimentos, alteração de rumos”, em coisas com as quais se comprometeram em nome da honra! Dizem os mais velhos que “o fio do bigode” selava um negócio, querendo com isso indicar compromisso oral pura e simplesmente. Hoje, em dias “voláteis”, nem que se amarre a pessoa a uma pedra não se consegue ter segurança de sua integridade e cumprimento da palavra! Aliás, pessoas inconversas, pois as cristãs são cumpridoras de seus deveres e decisões. Os que assim não são correm o risco de serem falsos crentes, pois não possuem o compromisso básico no Senhor, qual seja, o de serem verdadeiros.

Tornamo-nos obedientes ao Senhor voluntariamente e assumimos um compromisso eterno. Não voltamos atrás. Por isso cremos que os salvos jamais se perdem, pois perseveram até o fim: “E sereis odiados de todos por causa do meu nome, mas aquele que perseverar até o fim, esse será salvo.” (Mateus 10.22). Jesus foi peremptório ao rapaz que se ofereceu como seguidor do Senhor, mas que desejava despedir-se dos de casa: “...Ninguém que lança mão do arado e olha para trás é apto para o reino de Deus.” (Lucas 9.61).

Muitas vezes as provações são grandes, terríveis, sufocantes. Mas o Senhor nos ajuda, nos acompanha, nos assiste. Contudo, perserverar será nossa tarefa, e não dEle. Se voltarmos atrás, será por nossa escolha e risco. “Bem-aventurado o homem que suporta a provação; porque, depois de aprovado, receberá a coroa da vida, que o Senhor prometeu aos que o amam.” (Tiago 1.12). “Sê  fiel até a morte, e dar-te-ei a coroa da vida.” (Apocalipse 2.10b) ; “Não vos sobreveio nenhuma tentação, senão humana; mas fiel é Deus, o qual não deixará que sejais tentados acima do que podeis resistir, antes com a tentação dará também o meio de saída, para que a possais suportar.”  (I Coríntios 10.13). É bem verdade que o apóstolo Paulo certa feita afirmou o contrário, dizendo:“Porque não queremos, irmãos, que ignoreis a tribulação que nos sobreveio na Ásia, pois que fomos sobremaneira oprimidos acima das nossas forças, de modo tal que até da vida desesperamos” (II Coríntios 1.8); porém, também está escrito: “Fiel é esta palavra: Se, pois, já morremos com ele, também com ele viveremos” (II Timóteo 2.11). Nada pode destruir um servo do Senhor.

CONCLUSÃO

Lembremo-nos do bem-aventurado Policarpo! Ele, com sua fidelidade, tornou-se símbolo do cristianismo autêntico, que não teme aos homens, mas submete-se a Deus!
Lembremo-nos do Apóstolo Paulo, cuja vida vivida em prol do Reino de Deus propiciou-nos a bênção de termos a instrução bíblica necessária, pois dispôs-se a ser porta-voz do Senhor!
Lembremo-nos que há um céu nos esperando, aguardando para galardoar os “mais que vencedores por Cristo Jesus”!


Cumpramos o ABECEDÁRIO DE DEUS!


Pr. Wagner Antonio de Araújo

REFLEXÃO BÍBLICA - SOMOS DEPENDENTES DO SENHOR JESUS

sábado, 20 de abril de 2013



Certa vez Jesus disse aos Seus discípulos: “Sem Mim nada podeis fazer!” 
Era uma verdade absoluta, que os homens deveriam aprender para ter uma vida plena de harmonia, paz e felicidade. Contudo, muitos, ainda hoje, não aprenderam esta lição, acha que são auto suficientes. Estão tentando enfrentar os desafios da vida, muito superiores às suas energias pessoais, sem buscar a ajuda sempre disponível de Jesus.
É por essa razão que há tantas decepções e fracassos. As lutas são grandes e as nossas forças são pequenas. Deus, que nos ama com maravilhosa intensidade, nada pode fazer por nós enquanto não o permitirmos. Porque nos ama, Ele nos respeita. E só atua em nossa vida quando é adequadamente convidado. Ele está esperando ansiosamente por nosso pedido de ajuda. Espera ainda que confiemos absolutamente em Sua sabedoria e poder para nos ajudar.
Não esqueça o Senhor está pronto a ouvir e atender suas orações, pois os seus ouvido não estão tapadas para não poder ouvir e nem sua mão encolhida para não poder abençoar.

REFLEXÃO BÍBLICA - ORAÇÃO DE NEEMIAS


Leitura Bíblica Neemias 1:1-11


"Estejam, pois, atentos os teus ouvidos, e os teus olhos abertos, para acudires à oração do teu servo, que hoje faço à tua presença, dia e noite, pelos filhos de Israel, teus servos; e faço confissão pelos pecados dos filhos de Israel, os quais temos cometido contra Ti; pois eu e a casa de meu pai temos pecado." ( Neemias 1:6)

Neemias tinha um cargo importante na corte do rei. Mas se compadeceu do povo em que ele também fazia parte...e ele orou e jejuou. Ele estava bem, em segurança mas ele se angustiou por causa das pessoas que estavam sofrendo no exílio. Ele poderia ter ouvido e pronto. Mas ele se compadeceu e orou ao Senhor mas não orou excluindo-o da culpa, ele se colocou juntamente no mesmo nível que os outros e reconheceu que é pecador.
 Quantos de nós estão querendo estar acima dos nossos irmãos: mais certos, mais crentes, mais "santos" e não nos preocupamos com as dificuldades e fraquezas dos outros? Não oramos, não nos colocamos no mesmo patamar que os outros, queremos ser melhores. Misericórdia! A Palavra de Deus diz que TODOS PECARAM, então queridos, vamos prestar mais atenção naqueles que necessitam de cuidados e mostrá-los que somos um em Cristo Jesus. A Bíblia diz que Deus não faz acepção de pessoas, isso nos ensina que diante do Senhor somos todos iguais.
 Vamos orar pela nossa cidade, pelo nosso país, pelas igrejas perseguidas, crendo que o Senhor ouve nossas orações!

G1 COMPROVA MAIORIA CONTRA CASAMENTO GAY

sábado, 13 de abril de 2013



Por Eliseu Antonio Gomes

Ontem, o portal G1 lançou enquete solicitando a opinião de internautas sobre o casamento. Perguntava: “Você é a favor da aprovação pelo Congresso da união civil gay?” E explicava: “Cantora Daniela Mercury assumiu relação com a namorada e colocou tema em evidência. Direitos de uma relação estável entre pessoas de mesmo sexo já são reconhecidos pelo Supremo Tribunal Federal. Ainda não há uma lei específica aprovada.” A pesquisa foi encerrada, conforme previamente anunciado, às 22 horas do mesmo dia e o resultado mostrou que quase 60% são contrários e um pouco mais de 41 favoráveis.
http://g1.globo.com/brasil/enquete/voce-e-favor-da-uniao-gay.html
A cantora evangélica Joelma, vocalista de banda secular com projeção nacional, passou recentemente por uma grande oposição ao manifestar sua opinião de que é contra o casamento gay. A grande mídia, acostumada a malhar com duríssimas críticas pastores evangélicos,  como Silas Malafaia e Marco Feliciano por seus pronunciamentos na mesma linha, levantaram-se contra ela também. Ao mesmo tempo, apoiaram Daniela Mercury, que declarou trocar quinze anos de matrimônio hétero  por matrimônio homossexual.

Agora, através desse levantamento do G1, esses críticos poderão ponderar que a vocalista do Calypso faz parte do senso coletivo maior, que acata o posicionamento bíblico sobre essa questão. Resta saber se eles serão capazes de respeitá-la como cidadã e artista, se respeitarão os admiradores dela que esperam a continuidade de sua carreira em apresentações de TV, shows, entrevistas, ou se o preconceito religioso deles será mais forte que o profissionalismo e a malhação continuará. No site  oficial da  banda, a agenda mostra apresentações até 19 de maio, em casas de shows em São Paulo e  Maranhão, duas aparições em programas de televisão, no Roberto Justus + (Rede Record, 15 abril) e Eliana (SBT, 28 de abril).

Durante esta semana a Blogosfera abordou o tema do casamento gay. O artigo Daniela Mercury, obrigado..., do pastor presbiteriano Ageu Magalhães foi reproduzido e bastante comentado na página de publicação, em redes sociais e portais evangélicos. Magalhães aproveitou a declaração da baiana - casada duas vezes com homens e mãe duas vezes - para reforçar que a prática homossexual é questão comportamental e não característica genética. "A questão é: Se Daniela Mercury nasceu homossexual, por que insistiu tanto na heterossexualidade, vivendo durante 15 anos com homens? Teria ela agido contra a própria natureza, violentando seus desejos homossexuais e submetendo-se a uma união infeliz? Certamente não", refletiu ele.   

E.A.G.

Fonte: Belverede